Além do diploma, como se preparar para o mercado de trabalho?

Como se preparar para o mercado de trabalho? (Imagem: Laura Canal/Classroom Pro)
— by

A vida seria mais fácil se o diploma já te garantisse uma vaga no mercado de trabalho logo após a formatura. Entretanto, na prática, as coisas não acontecem bem assim. Segundo uma pesquisa da NUBE de 2021, cinco a cada dez recém-formados enfrentam a dura realidade do desemprego no Brasil.

Mas se você está lendo esse texto, acredito que esteja determinado a não entrar para essa estatística. Ou melhor, a ser um dos cinco a realmente conquistar sua independência financeira ao final do Ensino Superior. Então, no post de hoje, falaremos sobre como se preparar para o mercado de trabalho.

💼 Em busca do primeiro emprego? Você também pode se interessar por ler 8 dicas para a primeira entrevista.

🎓 Ter um diploma perdeu o valor?

Assim como comentamos acima, diversas outras pesquisas revelam que a ideia de que o diploma garante sucesso profissional é um mito. Ou, pelo menos, tem se tornado um à medida que a sociedade evolui e os métodos de aprendizado vão além do tradicional Ensino Superior. Hoje, muitos constroem carreiras e fortunas fora da Universidade.

Entretanto, isso não significa que ter um diploma perdeu o valor. Na verdade, o desemprego de recém-formados pode ser encarado como um mero sintoma do mercado de trabalho geral. Afinal, profissionais com terceiro grau completo estão longe de representar a maioria dos desempregados, segundo o IBGE.

Além disso, outro levantamento, feito pela revista Valor Econômico, mostrou que profissionais com Superior completo chegam a receber mais que o dobro de salário na sua carreira. Ou seja, ter diploma não perdeu o valor, apenas não é garantia de nada.

Para se dar bem no mercado de trabalho, você precisa ir além.

⏳ Busque por experiência

Se existe algo que todo jovem em entrada no mercado de trabalho vai se deparar é o paradoxo: “para trabalhar, preciso de experiência; mas para ter experiência, preciso trabalhar”. E é verdade, as suas experiências são muito importantes na busca por um emprego.

Segundo um levantamento do site de vagas de emprego Catho, 58% dos recrutadores observam as experiências do profissional para escolher um candidato. Entretanto, existem diversas alternativas para você adquirir experiência para o seu currículo sem ter trabalhado antes.

Por exemplo: fazendo algum voluntariado; pegando jobs como freelancer; participando de projetos de pesquisa da faculdade; abrindo uma empresa júnior; etc.

↗️ Descubra quais são seus objetivos

Logo após o quesito experiência, a mesma pesquisa da Catho mostrou que 19% dos recrutadores priorizam observar os objetivos profissionais do candidato. Então, se você ainda se sente perdido sobre o que quer para a sua carreira, buscar uma resposta genuína para essa pergunta é importante.

Além desse ser um passo rumo ao seu autoconhecimento, descobrir seus objetivos faz parte do processo de estar preparado para eles. Por exemplo, digamos que você seja um estudante de administração. Existem várias carreiras que você pode seguir nessa área, como administração de empresas, gestão de projetos e outros cargos.

Assim, há também várias exigências diferentes com as quais profissionais de cada área de atuação precisam cumprir. Sabendo qual a sua, e o que se espera dela…

📝 Faça formações complementares

Afinal, apesar de a faculdade já lhe oferecer uma boa bagagem de conhecimento, sempre há coisas novas e diferentes para aprender. Por exemplo, seguindo com a possibilidade que você seja um estudante de administração, pode ser interessante aprender mais sobre logística, marketing ou finanças.

E além dessas formações complementares serem uma fonte de especialização, elas também podem constituir formas diferentes de aprendizado. Talvez, ao invés de fazer um curso comum com certificado, você opte por participar de um workshop, por exemplo. Assim, até suas experiências serão enriquecidas.

Além disso, os complementos não precisam ser necessariamente conhecimento técnico. Você pode, por exemplo, perceber que o que falta para alcançar seus objetivos profissionais são certas habilidades comportamentais.

🤩 Trabalhe suas soft skills

A pesquisa “Habilidades de impacto” realizada pela Afferolab revelou que 10 das competências mais escassas entre os profissionais brasileiros são comportamentais. Ou seja, para se destacar no mercado de trabalho, não basta conhecimento teórico. Também é importante trabalhar suas soft skills.

Por exemplo, em outros conteúdos aqui do Classroom Pro explicamos a importância de se desenvolver habilidades como capacidade analítica e ownersip. Ambas competências cruciais para profissionais do futuro. E acessando um desses conteúdos, você já encontra técnicas para desenvolver cada uma.

Além disso, segundo o relatório The Future of Jobs, outras habilidades em alta são: estratégias de aprendizagem (como o aprendizado pela prática e o lifelong learning), criatividade e liderança.

15 Habilidades emergentes (Imagem: Divulgação/The Future of Jobs Report 2020)

🤝 Crie uma rede de networking

Por fim, você também pode aproveitar o tempo de faculdade, as formações complementares e as experiências para conhecer outros profissionais da sua área. E com isso, começar a criar uma rede de contatos que será útil na sua inserção posterior no mercado de trabalho.

E a importância do networking não se limita a conseguir vagas de emprego. Continuando na ideia de que você seja um administrador, digamos que opte por empreender. Nesse caso, ter contatos também será importante.

Prova disso é um estudo do MIT que apontou que empreendedores universitários com boas redes de networking foram mais bem sucedidos em seus negócios. Então, lembre-se de que socializar não só é bom para fazer amigos, como também para se dar bem no mercado. E se for tímido, já adicione trabalhar isso nas suas soft skills.

🧑‍💻 Como se preparar para o mercado de trabalho?

Ou seja, para se preparar para o mercado de trabalho, além do diploma, você precisará buscar por experiências; descobrir quais são os seus objetivos; fazer formações complementares; trabalhar suas soft skills; e criar uma rede de networking.

Sabe como você pode fazer isso? Participando do Fora da Curva, o projeto que vai te convidar a viver a experiência de liderar uma empresa por um curto período, como estratégia para melhorar suas qualificações como profissional. E o melhor: gratuitamente.

Fontes: AfferolabCathoChicago Both ReviewIBGENUBEThe Future of Jobs Report 2020Valor Econômico.

Newsletter

Our latest updates in your e-mail.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *